sexta-feira, abril 06, 2007

Presidente Bush: Feche o Presídio Guantanamo

A equipe de Bush está dividida na questão do fechamento do presídio Guantanamo. Um movimento global massivo pode influenciar a decisão a nosso favor. Assine a petição para fechar Guantanamo e nós a publicaremos em jornais semana que vem:

Mobilize-se Agora

Adel Hamad cresceu em uma pequena aldeia no Sudão. Através de muito esforço ele se tornou um professor e assistente de hospital. Para sustentar sua família ele aceitou um emprego melhor eu um hospital comunitário no Afeganistão. Até que uma noite ele foi arrancado de sua cama e enviado para o inferno, como o prisioneiro número 940 de Guantanamo Bay.

Adel Hamad não teve um julgamento. Ele não vê seus familiares em quatro anos. Até mesmo os oficiais militares que estão avaliando sua situação chamaram sua detenção de “inacreditável”. Mas ele e outros 400 prisioneiros ainda estão presos em Guantanamo. Semana passada o Secretário de Defesa dos EUA Roberto Gates, finalmente disse que Guantanamo deveria ser fechado. Os assessores do Presidente Bush estão divididos no meio desse assunto – um chamado global pode influenciar a decisão e pressionar o Bush a fechar Guantanamo para sempre. Clique abaixo para assinar a petição para Fechar Guantanamo e semana que vem nós publicaremos anúncios nos principais jornais americanos anunciando o número de assinaturas:

http://www.avaaz.org/po/close_guantanamo

Agora está claro que a maioria dos detentos são simplesmente pessoas inocentes que estavam no lugar errado na hora errada. O ex-comandante de Guantanamo General Jay Hood admitiu que “Algumas vezes simplesmente não pegamos os caras certos”. Isso que acontece quando as pessoas são mantidas sem acusação ou julgamento.

Depois de ficar preso em Guantanamo por cinco anos, semana passada o Australiano David Hicks foi finalmente julgado – e sentenciado a 9 meses de prisão na Austrália. Isso ilustra que os presos de Guantanamo estão longe de serem “os piores dos piores” – palavras da governo americano para justificar a falta de compromisso com direitos humanos.
Enquanto isso, outros regimes ao redor do mundo usam Guantanamo como desculpa para também violarem os direitos humanos.

Assine a petição pedindo para o governo americano fechar Guantanamo e para os detentos serem julgados em um tribunal legítimo ou serem libertos. Vamos colocar esse anúncio em Washington DC para mostrar os cidadãos de todos os países na Terra querem que esse injustiça acabe:

http://www.avaaz.org/po/close_guantanamo

Com esperança,

Ricken, Milena, Tom, Graziela e toda a equipe Avaaz

Sem comentários: