quinta-feira, maio 15, 2008

Hipocrisia e Genocídio no Irã: Você Vai Se Calar?

Árabes Ahwazi: Uma hipocrisia da mídia anti-semita e um descalabro dos governos do Oriente Médio
Israel é constantemente atacado pelo presidente do Irã quando, após um atentado contra seus cidadãos, corta a luz ou combustíveis para a Faixa de Gaza por dois ou três dias. No entanto, nenhuma autoridade do Oriente Médio reclama quando o Irã corta o suprimento de água para uma parcela minoritária de sua população, os árabes Ahwazi, um dos grupos mais pobres e perseguidos do Oriente Médio.
Os árabes Ahwazi vivem no que hoje é o Irã há muitos séculos mas, por não serem persas, a identidade majoritária daquele país, tiveram sua autonomia brutalmente destruída em 1925; e como são xiitas, os árabes sunitas pouco se importam com eles. Suas terras fazem fronteira com o Iraque.
Existe um projeto de limpeza étnica contra eles pois as terras onde se encontram, há séculos são as mais ricas em petróleo. Existem grandes rios na região, como o Karun e o Karkeh, além do Shat al-Arab (Rio dos Árabes), mas eles estão poluídos pelos pesticidas utilizados na plantação de cana-de-açucar, e os Ahwazi passaram a depender de caminhões-pipas enviados pelo governo iraniano. No entanto, como eles buscam um reconhecimento (não é separatismo) de posse ancestral da terra e de sua cultura milenar, são constantemente punidos com o não envio de água potável para sua região. No final dos anos 90 eles patronizaram várias manifestações na cidade de Abadan, e dezenas foram mortos pelo regime iraniano.
O desejo do governo iraniano é removê-los da região que ocupam há séculos para poder extrair petróleo sem que os Ahwazi demandem direitos sobre o que está no subsolo; bem como para a criação da Zona Livre de Arvand, um complexo militar-industrial ao longo do rio Shat al-Arab. Eles são considerados estrangeiros em seu próprio território, e estão constantemente sujeitos a remoções forçadas, assassinatos, corte de água e suprimentos, gerando epidemias de cólera e tifo que ajudam no extermínio daquela população.
É absolutamente hipócrita a reação dos governos do Oriente Médio e da mídia anti-semita ao condenar Israel quando este, APÓS sofrer atentados terroristas oriundos de Gaza contra civis israelenses, corta por dois ou três dias o combustível para a Faixa de Gaza, e não condenar o Irã por rotineiramente cortar o fornecimento de ÁGUA, o recurso vital para a sobrevivência, dos árabes islâmicos xiitas Ahwazi.
Abaixo apresentamos o modelo em inglês da petição que será enviada a orgãos internacionais de ações humanitárias e as embaixadas do Irã e do seu proxy no Oriente Médio, a Síria:
To the
BRITISH AHWAZI FRIENDSHIP SOCIETY
We, the undersigned, readers of the website, "De Olho Na Mídia", from Brazil, are writing in order to express our support for your cause: the defense of the Arabs Ahwazi Human Rights in Iran and Syria. The sufferings of your people are many and we hope that soon a lasting time of freedom and joy will come to you and your children.
We are sending a copy of this message to the Iranian and the Syrian embassies in Brazil in order to protest against the bad treatment you are receiving from both governments.
Sincerely,

Sem comentários: