segunda-feira, abril 12, 2010

Braga: Capital Europeia da Juventude 2012



A cidade de Braga foi a escolhida para Capital Europeia da Juventude (CEJ), em 2012, pelo júri do Fórum Europeu da Juventude (FEJ).

Braga vai suceder a Antuérpia na recepção do evento, deixando para trás Iráclion, capital da ilha de Creta, e Byron, situada próxima de Atenas. De acordo com o Fórum Europeu da Juventude, que comunicou formalmente esta deliberação à Câmara Municipal de Braga, a declaração oficial será feita em cerimónia pública a realizar a 24 de Abril, em Bruxelas.

“O Município de Braga não pode evitar uma expressão pública de regozijo por ver contemplados os seus objectivos neste contexto e por ver reconhecido o trabalho para o efeito desenvolvido, designadamente na preparação de uma candidatura suficientemente expressiva da capacidade organizativa de tão importante evento”, pode ler-se no comunicado enviado pela autarquia bracarense.

O Município de Braga reafirma, ainda no comunicado, “o escrupuloso cumprimento da proposta feita ao Fórum Europeu da Juventude, assim dignificando o honroso título de ‘Capital Europeia da Juventude 2012’ e assim relevando os objectivos da organização internacional que o sustenta”.

A propósito deste assunto, em declarações aos jornalistas à margem da festa de encerramento do encontro de escolinhas de futebol no Complexo Desportivo da Rodovia, Mesquita Machado recusou-se a abordar o tema, dizendo apenas que estava “muito contente” e confirmando a presença na cerimónia de declaração oficial, tal como a do vereador da Juventude, Hugo Pires.

O projecto da CEJ 2012 está orçado em 1,2 milhões de euros e Braga quer dar prioridade às iniciativas de emprego dos jovens e de empreendedorismo.

Mãos cheias de projectos a pensar nos jovens

Entre as motivações que suportam a proposta, o Município de Braga releva a afirmação e promoção de Braga na euro-região; o estreitamento de relações entre os jovens cidadãos e as instituições europeias; o facto de proporcionar a quem vive fora dos grandes eixos urbanos maior dinâmica social e igualdade de oportunidades, assim melhorando a sua qualidade de vida; e ainda a oportunidade de reforçar o papel da educação não-formal através do associativismo e do voluntariado.

A organização bracarense apresentou o ‘yWorld’, evento de abertura da ‘Capital Europeia da Juventude 2012’, que pretende dar a conhecer junto da comunidade local “a vida dos jovens nos cinco continentes”, isto com a intenção de que “apontem soluções que promovam a integração, inclusão e protecção dos direitos humanos, assumindo co-responsabilidades nas políticas públicas”.

Música, bolsas de estudo, história da cidade e muito mais

Merece ainda destaque na proposta, o festival ‘Music of the World’, com músicos jovens oriundos dos cinco continentes que representam tendências musicais das respectivas origens.

‘AtCampus’ é outra das propostas de Braga para 2012, consubstanciada na oferta de 27 bolsas de estudo para frequência universitária para estudantes não contemplados no programa ‘Erasmus’.

Promover a divulgação das origens históricas da cidade é a pretensão do ‘Bracara From Augustus’, uma iniciativa materializada num curso intensivo de história da cidade e no ‘YDig’, ou seja, um treino especializado de escavação arqueológica na cidade.

Uma espécie de praça pública (‘Youth Think Tank’) dedicado à discussão de temas como participação e cidadania, criatividade, cultura e inovação, juventude e o mundo, emprego e empreendedorismo, ambiente e desenvolvimento sustentável, igualdade e inclusão social, saúde e bem-estar é outra da propostas.

www.hojelusofonia.com

Sem comentários: